César Borges Campaign Automator

Faça mais do que automatizar seu funil – ative toda a experiência do contato direcionando e engajando do jeito certo.

Navegando com César Borges Campaign Automator

O que fazer após os lançamentos?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Primeiramente, preciso te falar que esta é uma análise pessoal por se tratar de uma estratégia de lançamentos e o meu objetivo com esse artigo é ajudá-lo a melhorar os seus resultados. Tenho visto em muitos lançamentos em que participo algo comum em todos os outros lançamentos que NÃO participo 😆. (CONFUSO!)

COMO NÃO DEIXAR O LEAD CONFUSO E SEM DIREÇÃO!

Estratégias atuais em fase de captura onde pedimos nome, e-mail e telefone levam o contato para uma página de Obrigado. Aí é que começa a confusão. 

Sobre isso quero apresentar pra você uma ideia que me ocorreu numa reunião de um projeto que eu trabalho e, na minha humilde opinião, ficou incrível! Espero que goste!

O motivo principal é entender que E-mail Marketing é RELACIONAMENTO.

Vamos nessa!

Nesse tutorial

  • E-mail marketing VS Lançamento
  • Funil de e-mail após lançamento
  • Dica de como iniciar os e-mails

Não é preciso lembrar que tivemos recentemente o APAGÃO digital, quase todas as redes sociais (WhatsApp, Instagram, Facebook…) saíram do ar. E quem permaneceu firme e forte? Foi o bom e velho e-mail.

Em um lançamento

Num processo de lançamento as pessoas estão tão mergulhadas em suas estratégias pensando em como faturar o tão sonhado:

🚀 6 EM 7

🚀 7 EM 7

🏆 Múltiplos 7 Dígitos

que não dão a mínima para o e-mail.

Ele fica como uma opção somente para avisos de:

  • vai começar
  • está no ar
  • inscrições abertas

Dessa forma, o email é jogado e abandonado. Esquecem do real motivo de sua criação:
O RELACIONAMENTO.

E com isso não fazem a mínima ideia de quão más práticas são prejudiciais para a entrega e reputação do e-mail.

Esse método de mandar emails só nesses avisos que eu citei acima funciona?

CLARO QUE SIM! Mas minha dúvida e preocupação é até quando isao vai funcionar.

As plataformas de email estão subindo a régua: cada vez mais elas vão deixar nossa caixa de entrada protegida desse avalanche de e-mails sem relacionamento e criatividade

 Aos Copys, peço desculpas pela minha sinceridade, mas é o que tenho percebido nos últimos anos em que estou no mercado digital.

Bom, nesse momento, creio que você deve estar se perguntando se eu já fiz 🏆 múltiplos 7 Dígitos e eu vou te dizer que SIM.  

Minha ideia aqui é contribuir para acharmos uma maneira de criarmos um relacionamento mais próximo do lead e não apenas só pensar em VENDER.

Criando um relacionamento com sua base

Num processo de relacionamento com sua lista

  • OPORTUNIDADE (A oportunidade mostra um novo mundo e gera um problema.)
  • PROBLEMA (O problema gera necessidade de Mudança e a busca pela solução)
  • SOLUÇÃO (A solução mostra um mundo Melhor e revela um produto)
  • PRODUTO (O produto resolve os problemas E apresenta um mundo melhor)

Então, se fez assim você está no caminho certo para um relacionamento longo e duradouro com o seu contato. Agora quero te contar o que aconteceu comigo e ainda acontece.

Sou aluno de uma das maiores escola de programação da América Latina, a UPINSIDE , comprei o meu primeiro curso em 2015 e de lá pra cá tenho adquirido quase que 90% dos cursos que a escola fornece.

O que você acha que me fez comprar tantos cursos dessa escola?

O preço?

Qualidade dos cursos?

A diversidades de cursos?

Sim, essas qualidade são fundamentais e é o mínimo que a UP pode oferecer, mas o que me fez e sempre me fará comprar novos cursos é o relacionamento.

Lembro que o primeiro funil que cai em 2015 foi tão maravilhoso: receber aqueles e-mails que eu posso te garantir que houve dias em que eu perdi o sono, contando as horas para amanhecer para receber o e-mail que trazia um grande valor contido que proporcionava um aprendizado sensacional.

Me tornei um bom programador, mas encerrei minha carreira. 

Hoje atuo como estrategista de e-mail marketing e mantenho uma assinatura mensal na escola porque o relacionamento é intenso e os conteúdos são incríveis para todas as áreas.

Aí você me pergunta: “Você está vendendo ou ganhando comissão” da UPINSIDE? 

NÃO, comento, compartilho e defendo em tudo que acredito por livre espontânea vontade

Tudo começa com uma boa fundação

Em um documento de texto, comece a montar sua estratégia de captação de leads. Pense como se fosse você procurando algo de muito valor, faça as seguintes perguntas:

Em que tipo de assunto seu público-alvo está interessado?

Vídeos ou artigos funcionariam melhor? Ou uma mistura de ambos?

Escreva 5 ideias de artigos / vídeos básicos.

Onde e como as pessoas encontrarão esses vídeos ou artigos?

Além disso, ao planejar essas ideias de conteúdo pense no seguinte:

  • O que as pessoas pesquisam para encontrar seu conteúdo?
  • Muitas pessoas estão procurando por isso?
  • Já existe muito conteúdo sobre essa mesma coisa? Se sim, como você pode torná-lo ainda melhor?
  • O assunto está intimamente relacionado ao seu produto ou serviço?
  • Se eu criar este conteúdo agora, ele ainda será relevante pelo menos 1 ano a partir de agora?

Então, depois de escolher algumas coisas sobre as quais criar conteúdo, decida de que forma.

Você vai transformá-lo em um artigo? Ou um vídeo? Ou talvez ambos?

Esse artigo já poderia se tornar um e-mail de valor ou não?

Bom é isso!

Espero que tenha gostado, deixe seu comentário e me diga se pude contribuir em alguma coisa na sua vida afinal de contas: A MUDANÇA DO MUNDO COMEÇA COM A NOSSA PRÓPRIA MUDANÇA.

Te vejo no próximo vídeo, valeu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nosso site, em serviços de terceiros e parceiros. Ao navegar pelo site, você autoriza a César Borges Automator a coletar tais informações e utilizá-los para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Políticas de Privacidade Termos de Política de privacidade.